Esporte - Desafio Hobie Salvador - Itaparica


O maior desafio foi não se encantar com um trajeto tão cheio de beleza e resistir às paradas para uma selfie dentro da linda e encantadora Baía de Todos os Santos.
O Acqua Clube de Aventura em parceria com a Hobie Brasil, Bahia Pesca e Marazzul proporcionaram aos praticantes de esportes a remo, entre eles, stand up paddles e caiaques uma divertida travessia entre Ponta de Humaitá em Salvador e Ponta de Areia em Itaparica, com uma distância aproximada de 18km.
E nada poderia ser mais tradicional do que uma remada no dia em que se comemora o Dia do Marinheiro e a galera estava animada.
A diversão começou em terra com uma grande confraternização em frente a Igreja do Humaitá, por que sabe como é, com fé é sempre mais garantido!
Os caiaqueiros, como se chamam, estavam preparados para muita diversão e claro, se possível uma pescaria, afinal ninguém é de ferro!
O mais incrível é que além das belas cores de cada embarcação, o que com certeza deixa o evento mais bonito, a tecnologia embarcada sempre despertava a curiosidade de todos os participantes, confesso que não esperava encontrar tantos recursos em embarcações relativamente tão pequenas, eram pedais, velas e até um trimarã à vela, era realmente incrível!
Próximo ás 8hrs da manhã todos os participantes estavam na água em frente ao Farol de Humaitá para que pudessem seguir o barco madrinha que manteria o rumo da travessia, além de todas as outras embarcações que compunham e estrutura de segurança do percurso.
As condições estavam perfeitas, mar liso, pouco vento e maré relativamente fraca. O grupo partiu sem problemas, alguns já tinham alguma experiência com longas distâncias, outros estavam  conhecendo ainda seus limites e os de suas embarcações para essas condições de navegação, mas que nesse travessia poderia ser levado ao extremo, pois dispunham de barcos de apoio para o caso de uma exaustão ou mesmo quebra de equipamento.
Com um sol tímido ainda entre nuvens o clima ajudou muito até que se alcançasse os 10km, já nas proximidades da zona de atracação da ferry (Salvador-Itaparica) Como a remada foi planejada dentro de uma zona de segurança, mas paralela à linha de navegação das ferrys, muitos remadores puderam vivenciar a navegação com fácil alcance visual das grandes embarcações em deslocamento, o que com certeza somou à experiência de navegação além da zona de recreação.
Após alcançarem a Ilha de Itaparica o tempo fechou e o vento imprimiu um certa intensidade sobre as águas da Baía de Todos os Santos, o que não tirou em nada a beleza da travessia, pois alguns minutos depois era possível apreciar um visual incrível da navegação que agora seguia contornando as águas rasas e claras por conta do sol que surgiu após as carregadas nuvens.
Próximo ás 12hrs todos já haviam alcançado o ponto combinado em Ponta de Areia, Itaparica. Em águas claras, rasas e mornas os remadores foram chegando e encalhando suas pequenas embarcações em terra, nos rostos a felicidade, a superação e aquela sensação de dever cumprido.
Cada um no seu tempo, explorando o melhor de seu limite e divertindo-se muito, esse foi o espírito!